Espaço Animal
  • Aparar as unhas dos gatos
    Geralmente não é necessário aparar as unhas dos gatos que passam algum tempo fora de casa. As superfícies rígidas do exterior, tendencialmente, aparam as unhas do animal por si só.
  • Porque é que é importante aparar as unhas do seu cão?
    Cães que andam em superfícies rígidas, como pavimentos e alcatrão, gastam as unhas, pelo que não é necessário apará-las com muita frequencia. No entanto, cães que vivem dentro de casa e sobretudo algumas raças, podem precisar ter suas unhas cortadas com maior frequência.
  • Manual de instruções para o banho do cão
    A higiene do seu animal começa pelo banho. A frequência depende da espécie, sendo que a maioria dos cães precisa apenas de 2 a 3 banhos por ano. Não devem ser demasiado frequentes, pois enfraquecem o pelo e retiram a camada isolante e protetora da pele.
  • O Banho e a Escovagem do Gato
    Os gatos, por si só, cuidam do seu pelo. A língua do gato é áspera e remove os pelos mortos, razão pela qual, na maior parte das vezes, o banho não é um passo essencial no dia a dia dos gatos.
  • Veterinária – higiene de quatro patas
    Quem tem animais em casa sabe como é necessário mantê-los sempre limpos: afinal, higiene é saúde, deles e de quem com eles convive.
  • A cada animal a sua alimentação
    Há muito que as sobras das refeições familiares deixaram de ser adequadas para os animais de companhia. Isto porque não cobrem todas as necessidades nutricionais próprias das várias raças e das sucessivas fases de crescimento e desenvolvimento, podendo até fornecer aos animais alimentos que contêm substâncias nocivas para a sua saúde. Já para não falar que cães e gatos têm exigências nutricionais diferentes.
  • Animais de companhia – bem cuidados desde pequeninos
    O primeiro ano de vida de um animal de companhia é essencial para um crescimento saudável.
  • Animais de companhia: Velhos amigos
    Agora que o seu animal de estimação perdeu a fogosidade dos primeiros anos, isso não significa que a sua atividade tenha terminado. Antes pelo contrário…
  • Animais de companhia – Sem sombras de parasitas
    Partilhar o espaço doméstico com um cão ou um gato é fonte de múltiplos prazeres, mas também de alguns riscos, como o de contacto com parasitas, que ameaçam a saúde do animal, mas também a de quem com ele convive.